Alegrei-me com eles

Salmo 122.1: Três aspectos importantes do relacionamento com Deus

Alegrei-me com os que me disseram: “Vamos à casa do Senhor!”
Salmo 122.1

O autor do salmo conhecia o valor de estar na presença de Deus junto com o povo de Deus. Para estar dentro do “local”, v. 2, onde Deus edificou sua habitação, v. 3, para orar e louvar a Deus, vv. 4-9, é uma grande alegria. Continue lendo “Alegrei-me com eles”

Não esperaram para saber

Salmo 106.13: Quanto tempo você leva para esquecer?

Mas logo se esqueceram do que ele tinha feito e não esperaram para saber o seu plano. Salmo 106.13

No Mar Vermelho, os israelitas viram o que Deus fez para salvá-los. Assim, “creram nas suas promessas e a ele cantaram louvores” v. 12. Mas, ao encarar o deserto, perderam a sua fé. Logo se esqueceram. Não demorou muito. Era só virar, com o mar pelas costas e o deserto pela frente, e a mente deles se tornou incrédula. Continue lendo “Não esperaram para saber”

Seu poder salvador

Salmo 78.22: Teremos a mesma falta de confiança em Deus?

pois eles não creram em Deus
nem confiaram no seu poder salvador.
Salmo 78.22

Israel presenciou as dez pragas no Egito. Viu Deus salvar o povo partindo as águas do Mar Vermelho e destruindo o exército de faraó. Celebrou a vitória com grande júbilo. Mas durou pouco. Continue lendo “Seu poder salvador”

Pecados que eu cometo sem saber

Salmo 19.12: A ignorância que não condena.

Quem pode conhecer todos os seus erros?
Perdoe os pecados que eu cometo sem saber.
Salmo 19.12 VFL

Somente Deus é onisciente. Não podemos nos conhecer a nós mesmos por completo. Precisamos da sua direção e discernimento, vv. 7-11. A lei de Deus nos informa e identifica em nós as faltas. É importante saber o que não sabemos. Continue lendo “Pecados que eu cometo sem saber”

O Senhor ouvirá

Salmo 4.3: Davi não corre dos inimigos; ele os encara.

Saibam que o Senhor escolheu o piedoso; o Senhor ouvirá quando eu o invocar”.
Salmo 4.3

O piedoso é quem coloca sua confiança no Senhor e não no homem e nem nos ídolos. Aqui, Davi não está se gabando da sua justiça ao se chamar de piedoso; ele proclama sua dependência de Deus. Continue lendo “O Senhor ouvirá”

Durmo bem, acordo disposto

Salmo 3.5: Deus cuida dos nossos problemas, nós ficamos em paz.

Eu me deito e durmo, e torno a acordar, porque é o Senhor que me sustém.
Salmo 3.5

Caio facilmente no sono. Desde criança, fui ensinado a orar antes de dormir e colocar minhas preocupações nas mãos de Deus. Mas a vida adulta traz novos desafios para a fé. A simplicidade infantil fica mais difícil de manter. Continue lendo “Durmo bem, acordo disposto”

Nós voamos

Eis por que Jesus é tão superior a Moisés.

Os anos de nossa vida chegam a setenta, ou a oitenta para os que têm mais vigor; entretanto, são anos difíceis e cheios de sofrimento, pois a vida passa depressa, e nós voamos! Salmo 90.10

O título deste salmo atribui a Moisés a autoria: “Oração de Moisés, homem de Deus”, o único salmo dele no livro todo. Embora ele tenha chegado aos 120 anos de idade, a maior parte da vida dele foi de adversidade. Continue lendo “Nós voamos”

Grandes vitórias ao seu rei

Salmo 18.50: O louvor pela vitória que Deus deu a Davi serve melhor ainda para a vitória da Cruz.

Ele dá grandes vitórias ao seu rei; é bondoso com o seu ungido, com Davi e os seus descendentes para sempre. Salmo 18.50

O que Deus fez por Davi e os seus descendentes serviram como pequeno tipo da vitória completa que deu ao seu Filho Jesus, também descendente de Davi. Salmo 18 é um salmo de louvor ao Senhor “quando este o livrou das mãos de todos os seus inimigos e das mãos de Saul”. O salmo aparece também em 2 Samuel 22 e foi incluído na coleção dos Salmos. Continue lendo “Grandes vitórias ao seu rei”