Ação: Adorar

João 4.24: Prepare-se mental e espiritualmente.

LER: “Deus é espírito, e é necessário que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade” Jo 4.24.

PENSAR: A adoração dos filhos de Deus tem de ser conforme o caráter dele, atos racionais revelados por ele. Nós não escolhemos como adorá-lo. Como Soberano, ele é que determina como nos chegaremos na sua presença. O necessário é o que ele requer de nós. Continue lendo “Ação: Adorar”

Coragem para condenar

Miqueias 3.8: Como deixar o Espírito de Deus torná-lo em defensor da verdade.

denunciar-erro

Uma verdade bem simples explica por que tão poucas pessoas estão dispostas a condenar as obras das trevas e apontar o caminho de Deus. A verdade é simples, mas poucos querem abraçá-la.

Mas, quanto a mim, o Espírito do SENHOR me dá poder, amor pela justiça e coragem para condenar os pecados e as maldades do povo de Israel.
Miqueias 3.8 NTLH

Mas como conseguimos tal coragem da parte do Espírito do Senhor? Como desenvolver um compromisso ferrenho com o que é certo?

Não é segredo. Passos simples.

Beba da Palavra escrita, inspirada pelo Espírito.

Peça coragem de Deus, pedido este conduzido pelo Espírito.

Esteja frequentemente entre os irmãos, o povo santificado pelo Espírito.

Renuncie os caminhos do mundo na sua própria vida, permitindo que o Espírito tenha espaço para trabalhar em você.

Tal pessoa salvará a própria vida e as almas de muitos.

Deus de poder e misericórdia, faça de mim um homem de força. Ponha em mim seu Espírito santo, ponha pra correr as hostes do diabo.

Quem conquista seu coração?

2 Samuel 15.6: Qual o amigo que você prefere?

O que você prefere: alguém que lhe fala a verdade ou alguém que fala o que você quer ouvir? O primeiro provavelmente tem o seu bem como objetivo. O segundo tem uma agenda e usará você como peça para avançar seus propósitos escusos.

Absalão fazia isso com todos os israelitas que iam pedir ao rei Davi que fizesse justiça, e assim ele conquistava o coração do povo de Israel.
2 Samuel 15.6 NTLH

Absalão falava o que o povo queria ouvir e exagerava nos cumprimentos, bajulando e ganhando o apoio popular. Depois de quatro anos, proclamou-se rei e fez com que o seu pai, o rei Davi, fugisse de Jerusalém.

Cuidado com aquele que sempre toma seu lado. Ele não é amigo, mas sim traidor do reino de Deus.

Abra meus olhos, Pai celestial, para que eu não seja levado ao erro pelo engano das pessoas.

Segure essa ideia: Melhor o amigo que fala verdade, / Que o apoio da falsa sinceridade.

Evangelho da sua salvação

Efésios 1.13: Qual a natureza do empreendimento divino?

A religião virou mercado, apelando às paixões baixas. As pessoas procuram igrejas que permitem continuar pecando ou que alimentam a cobiça. Estas igrejas não são de Deus e não conduzem à salvação.

E vocês igualmente, depois de terem ouvido a palavra da verdade, o evangelho da sua salvação, e tendo crido em Cristo, foram selados com o Espírito Santo.
Efésios 1.13 BND

No centro do projeto de Deus são uma mensagem e um ato. A mensagem tem caráter da verdade. O ato tem a qualidade da salvação.

São muitas mensagens religiosas, mas apenas uma é verdadeira.

Pregadores falsos fazem muitas promessas da ação de Deus, mas o que ele faz mesmo é trazer perdão dos pecados, verso 7.

No centro de tudo é Cristo, verso 10.

O que segura em nós esta mensagem e este ato de Deus é o Espírito Santo.

Da nossa parte, Deus aplica tudo isto quando ouvimos e cremos. Aqui, a fé representa a resposta do ser humano à oferta da graça de Deus.

Tudo isso acontece no âmbito da igreja de Deus, versos 22-23, na qual se exerce a fé e o amor, verso 15.

A nossa participação nesta graça divina resulta no louvor da sua glória.

Ouço e creio, Pai da palavra e ato, sigo o Senhor Jesus e louvo o nome do Senhor. Atue em mim, seja presente em nosso meio, para que continue a verdadeira mensagem no mundo.

Segure essa ideia: A Boa Nova salva eternamente, /  Poder de Deus que salva todo crente.

Nenhuma origem humana

Se não veio do homem o evangelho, não dá para mexer.

Ontem, seguindo nosso plano anual, lemos Mateus 28. Os fatos da ressurreição foram relatados claramente. Temos enfatizado frequentemente que o evangelho contém fatos para serem cridos, promessas para serem recebidas e mandamentos para serem obedecidos. E isso é correto. Estes fatos têm entre si uma relação, compondo a história da salvação, o plano divino da redenção. Então, quando alguém modifica ou desafia os fatos, não podemos ignorá-lo. Por isso é que Paulo começa sua carta aos Gálatas com uma condenação dupla.

Meus irmãos, eu afirmo a vocês que o evangelho que eu anuncio não é uma invenção humana.
Gálatas 1.11 NTLH

Se o evangelho fosse mito ou lenda, não haveria motivo para se perturbar perante uma modificação. Mas somente o evangelho é verdadeira. O que ele afirma ocorrer realmente aconteceu.

Então, temos de ficar com os fatos, contar corretamente a história, ensinar e observar todos os mandamentos de Cristo (como lemos em Mateus 28.20), e apegar-nos às promessas preciosas da vida eterna e da alegria perene.

Deus verdadeiro e abençoado, que a história de Jesus nos seja cada vez mais preciosa, e os detalhes do seu tempo entre nós sempre nos nossos lábios e dominando o nosso coração.

Segure este pensamento: O evangelho não veio do homem, e não será ele quem concederá o prêmio.

Deus protege a verdade

Tanto seus princípios como seus possuidores

ConhecimentoAqueles que buscam a verdade de Deus recebem garantia de que Deus os protege. Os que a ignoram e abraçam a falsidade encontrarão sua oposição.

Os olhos do Senhor protegem o conhecimento, mas ele frustra as palavras dos infiéis.
Provérbios 22.12 NVI

Os olhos de Deus indicam seu prazer nas pessoas do conhecimento e sua proteção dos que o buscam. A proteção do Senhor se estende a “seus princípios e possuidores” (Jamieson, Faussett, Brown). Planos para prejudicar os fiéis não darão em nada.

Que conforto aos que seguram a verdade, que Deus os segurará! Aqueles que sofrem pela verdade encontram paz no Senhor, que controla o seu destino.

Obrigado, Senhor, pela confiança na sua palavra, a qual garante sua proteção daqueles que a guardam.

Segure este pensamento: Deus guarde a verdade e os que a guardam.

Por lhes dizer a verdade

A verdade é amiga da amizade.

Os do mundo acham a verdade dura demais para ser contada para os outros. Então, omitem dizer ao moribundo, por exemplo, que está com pouco tempo de vida. Privam a pessoa de aproveitar-se dos seus últimos dias na terra e preparar-se para a eternidade.

Tornei-me inimigo de vocês por lhes dizer a verdade?
Gálatas 4.16 NVI

Dizer a verdade para quem precisa ouvir é ser amigo. Paulo via os gálatas abandonando o evangelho e perdendo a salvação. Tinha que falar-lhes a verdadeira situação, para não acontecerem coisa pior a eles, a perda da graça.

Ignorar a verdade nunca contribui para uma solução.

Quem ama, avisa.

A verdade a serviço da maldade

Palavras verdadeiras, mas maliciosas.

MotivaçõesA verdade sem a sinceridade fica à mercê da maldade. A sinceridade sem a verdade anda à deriva, impulsionada pelos desejos pessoais do momento. No primeiro caso, tem-se exemplo triste nos fariseus, no ataque a Jesus.

Então os fariseus saíram e começaram a planejar um meio de enredá-lo em suas próprias palavras. Enviaram-lhe seus discípulos juntamente com os herodianos que lhe disseram: “Mestre, sabemos que és íntegro e que ensinas o caminho de Deus conforme a verdade. Tu não te deixas influenciar por ninguém, porque não te prendes à aparência dos homens.
Mateus 22.15-16 NVI

O que falaram era verdadeiro, mas lhes faltava sinceridade. Neste caso, a verdade tornou-se instrumento do mal. As motivações espirituais são fundamentais para a utilização correta da verdade.

Vê-se hoje o mesmo abuso da verdade, até, às vezes, entre o povo de Deus, quando alguém quer se apossar de poder e influência.

Para que a verdade seja libertadora, ferramenta espiritual no reino de Deus, temos de nos arrepender de nossas ambições e de colocar cada ato e pensamento sob o comando de nosso Senhor Jesus Cristo.

Somente a favor da verdade

Nada contra, tudo a favor.

coerênciaFalsos mestres impressionam, prometendo liberdade, graça, popularidade, sucesso. Falam o que os outros querem ouvir. Oferecem o atalho para o objetivo, sem o sofrimento. Permitem encostar neles para evitar o trabalho de pensar, provar e penar. Contra tais, o apóstolo Paulo descarrega tudo.

De fato, não podemos nada contra a verdade, mas somente a favor da verdade.
2 Coríntios 13.8 CNBB

Para com a verdade, não existe a neutralidade. O cristão faz tudo a favor da verdade, pois esta é palavra de Deus, a purificadora da alma, a geradora da vida nova, o caráter do Senhor Deus.

Ser a favor da verdade significa, às vezes, contrariar pessoas, desagradar amigos, enfrentar quem promove ou apoia a mentira,  e mais: significa sempre agradar a Deus e agir pelo bem eterno de todos. Trabalhar somente a favor da verdade significa amar, pois a verdade não é inimiga do amor, mas sim seu maior aliado.

Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, fortaleça as minhas mãos para que eu aja sempre em favor da verdade, para seu agrado.

Da sinceridade e da verdade

No Caminho de Cristo é preciso a sinceridade e a verdade.

verdade no íntimo

O evangelho une perfeitamente o interior e o exterior. Ele tem uma integridade e estabelece no seguidor de Jesus uma coerência entre o coração e as mãos, entre o íntimo da pessoa e suas atitudes no mundo. Da mesma forma que Jesus falou do espírito e da verdade na adoração, Paulo também afirma esta unidade no âmbito da moralidade:

Por isso, celebremos a festa, não com o fermento velho, nem com o fermento da maldade e da perversidade, mas com os pães sem fermento da sinceridade e da verdade.
1 Coríntios 5.8 NVI

Há quem deseja enfatizar a sinceridade ou o espírito acima da verdade e torna o evangelho em emocionalismo. E existe os que pesam tanto no quesito verdade que negligenciam a sinceridade do coração e tornam o evangelho em ritualismo ou farisaísmo.

Mas tanto um como o outro são essenciais para uma vivência em Cristo que agrada ao Pai. Não basta ser sincero apenas. Tampouco é suficiente ter a verdade nas mãos.

Não é questão de ser equilibrado, mas sim de ser completo, demonstrando ambos na piedade.