A terceira vez foi o momento certo

João 21.14: Jesus esperou até a hora H para falar. Cinco lições saem deste fato.

Na hora H. No momento certo. O tempo devido. Deus faz as coisas sempre quando deviam ser feitas. Na nossa visão limitada, Deus atrasa. Ou sentimos que está muito cedo. Mas Deus sempre acerta o tempo.

Esta foi a terceira vez que Jesus apareceu aos seus discípulos, depois que ressuscitou dos mortos.
João 21.14 NVI

Por que este fato é importante? Por causa do que ia acontecer logo em seguida: a restauração de Pedro. Do Senhor, três perguntas sobre o amor. De Pedro, três afirmações.

E por que Jesus espera até sua terceira visitação aos discípulos antes de falar com Pedro e sinalizar sua restauração?

Podemos apenas adivinhar o motivo, pois o texto de João não esclarece.

Talvez porque Jesus ia deixar Pedro sentir a tensão do seu ato ainda não resolvido entre os dois.

Talvez porque Pedro ainda precisava de tempo para afirmar seu amor pelo Senhor.

Talvez para dar tempo para pensar àquele que falava antes de engajar a mente.

Não sabemos a razão exata. Mas uma coisa sabemos: Jesus esperou até o momento mais oportuno e mais favorável para Pedro.

Quatro, sim, cinco, aplicações aparecem aqui a partir deste fato para nosso proveito.

  1. A sabedoria tem um senso do momento. “Para tudo há uma ocasião certahá um tempo certo para cada propósito debaixo do céu” Ec 3.1. Seremos mais eficazes quando desenvolvermos este senso. Ver também Pr 25.11; Mt 24.45.
  2. Somos limitados no conhecimento; portanto, nosso senso do momento raramente será perfeito. Paciência. Deus ainda nos usa, como vasos de honra. “Se alguém se purificar dessas coisas, será vaso para honra, santificado, útil para o Senhor e preparado para toda boa obra” 2Tm 2.21.
  3. Deus responde à oração e faz acontecer na nossa vida as coisas “no tempo certo” Sl 104.27. Deus não nos faz esperar por causa nenhuma. Ele não tira nenhum prazer em reter de nós a sua bondade. Ele nos “fará justiça, e depressa” Lc 18.6-8.
  4. Não existe nenhum timing para o evangelho. Temos de falar toda hora. “Pregue a palavra, esteja preparado a tempo e fora de tempo, repreenda, corrija, exorte com toda a paciência e doutrina” 2Tm 4.2. Pegando emprestada uma palavra de Jesus aos seus irmãos, podemos dizer que, para nós, todo tempo é certo, Jo 7.6.
  5. Como no primeiro envio de Jesus, “quando chegou a plenitude do tempo” Gl 4.4 (ver também Rm 5.6), Deus ainda aguarda o momento certo para a segunda vinda, “no seu devido tempo” 1Tm 6.14-15. Desta hora, ninguém sabe, mas acontecerá na hora certa.

Talvez, para nós, como para Pedro, a terceira vez da sua visitação será o momento propício. Mas, qualquer que seja a hora da sua ação para conosco, com certeza, Deus agirá com cronograma perfeito.

Deixe uma resposta