Tocou

“Quem tocou em mim?”, perguntou Jesus. Como todos negassem, Pedro disse: “Mestre, a multidão se aglomera e te comprime”.
Lucas 8.45

Mulher toca JesusDezenas, talvez centenas, de pessoas tocavam em Jesus. Mas do meio da multidão havia um toque especial. Um toque necessitado. Um toque carente.

A esse toque Jesus permitiu que dele saí­sse poder para curar. Mas não permitiu que a pessoa beneficiada permanecesse oculta. Queria que ela soubesse que estava curada com a plena permissão e bênção dele.

Ninguém chega a Jesus despercebido. Não pode e nem precisa. Pois o que ele mais quer é que procuremo-no no momento da necessidade.

Mudando ou não nossa circunstância ou situação, Jesus não nos permite ir embora sem transmitir sua paz ao coração.

Deixe uma resposta