Toda a autoridade

Jesus continua até hoje com toda a autoridade.

Então, Jesus aproximou-se deles e disse: “Foi-me dada toda a autoridade nos céus e na terra”. Mateus 28.18

Todo mandamento que Jesus deu, ou pessoalmente ou por meio dos seus apóstolos, é obrigatório porque a ele foi dada da parte do Pai toda a autoridade. Ele ainda detém toda a autoridade. Ele não a delegou a ninguém. Da mesma forma como ele falava somente o que recebeu do Pai, os apóstolos falaram apenas o que ouviram de Jesus.

Autoridade denota “direito ou poder de mandar” (Boyer). Jesus afirma sua autoridade antes de enviar seus seguidores ao mundo para fazer discípulos. O exercício da sua autoridade visa a salvação do mundo. Ele recebeu autoridade ao ser enviado ao mundo e ao ressurgir vitorioso dos mortos. Cabe aos seus seguidores se submeter à autoridade do seu Senhor.

Sua autoridade é irrestrita: nos céus e na terra. Ele não a divide com ninguém. Ele continua como único cabeça do seu Corpo, que é a igreja. Assim, a hierarquia da igreja tem apenas dois níveis: o primeiro, ocupado exclusivamente pelo Senhor Jesus Cristo; o segundo, ocupado por todos os seus seguidores, inclusive supervisores, diáconos, evangelistas, mestres e todos os que exercem seus dons dentro do Corpo de Cristo.

Jesus tem autoridade porque “Deus o fez Senhor e Cristo” Atos 2.36. Se o chamamos de Senhor, devemos mostrar que ele o é pela obediência, Lucas 6.46; João 13.12-17.

Pai, temos Jesus por Senhor. Que não o seja só de palavra. Ajude-nos a obedecê-lo em tudo.

Deixe uma resposta