Todos vocês são irmãos

Mateus 23.8: Entre nós há igualidade.

Mas vocês não devem ser chamados ‘rabis’; um só é o Mestre de vocês, e todos vocês são irmãos.
Mateus 23.8

O ser humano busca posição, poder e títulos. Quer ser adulado pelos outros. Usa a religião para se destacar. Encontra sua importância no reconhecimento que outros lhe dão.

Os fariseus usavam suas tradições e perspectivas para isso também. Era tudo sobre a aparência. Faziam as coisas para impressionar os outros. Orações mais demoradas, roupas mais exageradas, obras mais anunciadas, títulos mais honrados.

Jesus não permite nada disso aos seus seguidores. Esta busca por atenção está terminantemente proibido. Títulos? Esqueça! Cada um tem a sua função no corpo de Cristo, mas nenhuma vem com direito a um reconhecimento ou plataforma maior.

Na igreja do Senhor Jesus Cristo, não existe nenhuma hierarquia. Aliás, existe, sim, com dois níveis: Jesus é Mestre; nós somos irmãos. Pronto, acabou.

Alguns hoje até tentam tornar “irmão” como título. Tem gente que não desiste nunca da tentativa de aparecer. O título “irmão” até ganhou abreviatura: Ir. Fulano.

Até os (assim considerados) grandíssimos apóstolos não eram tratados como gente especial. Eram chamados, simplesmente, de irmãos, Atos 1.15; 15.25; 21.20; 2 Pedro 3.15.

Ser irmão é privilégio, Efésios 2.19-22, pois quem nasceu de cima é filho de Deus. Fomos purificados para participar o amor fraternal, 1 Pedro 1.22. Crescemos e servimos dentro da família da fé, Gálatas 6.10. Entramos em Cristo pela mesma porta. Entre nós há igualidade, 2 Coríntios 8.13-14. Cada um dá preferência ao outro, Filipenses 2.3-4.

Deus soberano, Pai amoroso, desisto de me exaltar acima dos outros. Faça-me um simples servo. Abaixo-me como Cristo fez.

Deixe uma resposta