Deixe que Deus faça o trabalho dele

Salmo 37.7: A bondade de Deus se revela no tempo.

Nossos olhos veem o presente. Vemos o sucesso dos outros. Comparamos as nossas dificuldades com o êxito alheio. As comparações favorecem o outro. Sentimo-nos defraudados. Pensamos que somos alvos da injustiça. Deus não nos trata bem.

Descanse no Senhor e aguarde por ele com paciência;
não se aborreça com o sucesso dos outros,
nem com aqueles que maquinam o mal.
Salmo 37.7 NVI

Devemos pensar a longo prazo. Nosso descanso no Senhor é produto da nossa confiança na sua bondade. A sua bondade se revela no tempo, quando esta não nos é evidente no presente.

Deus não ignora o mal. Sua bondade não permite que o ignore. Mas como aconteceu no caso dos amorreus (cananitas), o mal é castigo na época certa. Os descendentes de Abraão tiveram que esperar centenas de anos para entrar na terra prometida. “Na quarta geração, os seus descendentes voltarão para cá, porque a maldade dos amorreus ainda não atingiu a medida completa” Gn 15.16.

Por isso, o salmista recomenda descansar em Deus e ter paciência, pois ele controla o tempo, a história, a vida e a justiça. Ele nos revelou como está trabalhando. Ele nos mostrou que acertará as contas, no final. Ele não prometeu ajustar tudo por nossa conta, conforme nossa agenda.

Vamos deixar Deus fazer o trabalho dele. E façamos nós o nosso.

1 pensamento em “Deixe que Deus faça o trabalho dele”

Deixe uma resposta