Vemos Jesus

Hebreus 2.8-9: Devemos ver Jesus como o Salvador.

Ao lhe sujeitar todas as coisas, nada deixou que não lhe estivesse sujeito. Agora, porém, ainda não vemos que todas as coisas lhe estejam sujeitas. Vemos, todavia, aquele que por um pouco foi feito menor do que os anjos, Jesus, coroado de honra e de glória por ter sofrido a morte, para que, pela graça de Deus, em favor de todos, experimentasse a morte. Hebreus 2.8-9

O escritor de Hebreus acaba de citar Salmo 8 para aplicá-lo a Jesus. A mensagem do Senhor trata de “tão grande salvação” e merece toda a nossa atenção, 2.1-4. Agora, ele explica por que foi necessário Jesus se tornar menor do que os anjos por um tempo, 2.5-18.

Sua posição de ser menor do que os anjos significa ser homem e participar plenamente da nossa condição. O autor considera sua exaltação de honra e de glória como recompensa de ter sofrido a morte. Sua morte não é apenas o falecimento como ser humano, mas o seu sofrimento em favor de todos. Por meio da sua morte somos salvos. Sua encarnação e sua humiliação são grandes motivos por que devemos dar a maior atenção a Jesus.

Em contraste com sistemas religiosos, a morte de Jesus ocorreu pela graça de Deus e por revelação da sua parte. A salvação é a dádiva divina a ser recebida por fé e obediência. Praticar uma religião humana (ou, no caso dos leitores, voltar a uma religião ultrapassada) é recusar a dádiva.

Há contraste também entre o que não vemos e o que vemos. O foco é Jesus. Com os olhos da fé, devemos vê-lo como aquele que nos traz a eterna salvação.

Senhor Deus, que Jesus encha a minha visão.

Deixe uma resposta