Para ver a glória do Pai

Romanos 6.4: Na vida obediente a glória de Deus aparece.

Portanto, fomos sepultados com ele na morte por meio do batismo, a fim de que, assim como Cristo foi ressuscitado dos mortos mediante a glória do Pai, também nós vivamos uma vida nova.
Romanos 6.4

A glória de Deus se manifesta quando obedecemos à sua vontade. Há uma ligação entre a obediência ao mandamento de Deus e a manifestação da sua glória.

Assim falou Moisés: “Foi isso que o Senhor ordenou que façam, para que a glória do Senhor apareça a vocês” Levítico 9.6. Fizeram sacrifícios conforme o mandamento de Deus e testemunharam a sua glória, Levítico 9.22-24.

Quando não se obedece, manifesta-se a ira de Deus. Esta foi a dura lição, no próximo capítulo de Levítico, que Nadabe e Abiú tiveram que aprender, Levítico 10.1-3.

Deus quis aproximar o povo de Israel para perto dele, para que sua glória fosse manifestada. “Mas eles não me obedeceram” Jeremias 13.11 EP.

Jesus foi ressuscitado “mediante a glória do Pai”. Ele fez a vontade do Pai. Obedeceu ao plano dele. Foi glorificado pelo Pai por fazer a sua obra. Sua glorificação ficou evidente na sua ressurreição. Foi pelo “poder glorioso” que Jesus foi levantado dos mortos (VFL, NBV).

Quando nós obedecemos aos mandamentos de Deus, como o da imersão na água para remissão dos pecados, aparecerá a nós também o poder glorioso do Pai. E não de outra forma. Na vida obediente a glória de Deus aparece.

Deus Pai, ajuda-nos a ser obedientes em tudo, para que sua glória seja manifestada em todo o mundo.

4 pensamentos em “Para ver a glória do Pai”

  1. Usamos esta meditação na aula do grupo ontem, foi uma bênção!
    Surgiu uma dúvida.
    Qual seria a distância temporal entre os acontecimentos de Lv 9 e o acontecimento do fogo estranho de Nadabe e Abiú no capítulo 10?
    Mesmo com todo o exemplo de Arão, que seguiu as ordenanças fielmente ao que o Senhor havia instruído por meio de Moisés, os dois ainda sim se perdem ao realizar a adoração a Deus.

    E nós muitas vezes fazemos o mesmo, com um exemplo tão claro a nossa frente.
    Misericórdia!

    1. Que bom! O texto não tem indicação de quanto tempo tinha passado entre os dois momentos, então não podemos saber. Mas vendo a desobediência de Israel no deserto, logo depois de o povo ser salvo do Egito, não é preciso pensar ser necessário que muito tempo havia passado.

Deixe uma resposta