Isto é uma vergonha!

1 Corinthians 15.33-34: Grande ignorância entre os que se gabam de ser conhecedores.

Na minha leitura pessoal de hoje, vieram juntos os capítulos de 1 Coríntios 15 e 1 João 4, ambos fazendo a ligação entre doutrina e associação com falsos mestres. Paulo cita um poeta, de forma proverbial, para alertar contra o perigo de ter comunhão com quem ensina falsa doutrina.

Não se deixem enganar: “As más companhias corrompem os bons costumes”. Como justos, recuperem o bom senso e parem de pecar; pois alguns há que não têm conhecimento de Deus; digo isso para vergonha de vocês.
1 Coríntios 15.34 NVI

As más companhias são os que ensinavam que a ressurreição não existe. Por extensão, hoje, são aqueles que ensinam qualquer doutrina falsa. Devem ser evitados. Os que estão no nosso meio devem ser expulsos.

A falta de conhecimento é pecado, pois não existe apenas a falta e o vazio, mas a falsa doutrina ocupa espaço, toma o lugar. É responsabilidade nossa saber a verdade, por meio da leitura e do estudo das Escrituras, as quais nos foram dadas para isso, entre outras coisas.

A frase: “Como justos”, pode ser traduzida como “Façam como devem”. Eles deviam agir corretamente, rejeitando tanto a doutrina errada como os que a promoviam. O orgulho leva a ações erradas. Deus exige que tomemos atitudes corretas, sendo discípulos que não aceitam a indolência ou a frouxidão quanto à moral, à doutrina ou ao serviço.

Tal situação foi vergonhosa para os coríntios. Eles tinha tantos dons, mas mal empregados; tinham tanto orgulho deles, mas deviam sentir vergonha pela situação em que se encontravam.

Algumas congregação brasileiras se encontram em estado parecido, muito abençoadas pelo Senhor, mas se exaltando nas suas liberdades e suposta maturidade. Na verdade, sua tolerância para as desvios do evangelho é motivo de vergonha perante os santos e perante o Senhor.

Um pensamento em “Isto é uma vergonha!”

  1. A verdade é dura, porém deve ser dita. Gosto de posturas firmes em relação ao Evangelho de Jesus, pois muitos esquecem que estamos lidando com vidas, e vidas essas que podemos dizer eternas, porém para aqueles que deturpam a mensagem o risco de perder essa vida é mais do que imenso, e para aqueles que os seguem o fim será o mesmo. Existe um livro que é muito bom Pá e Músculos, ele traz uma boa ideia sobre assuntos como esses, e é um ótimo, pois fala a verdade.

    Obrigado Randal. Precisamos de homens e mulheres que defendam a verdade com tanto amor.
    Paz

Deixe uma resposta